Tipos de letra para programação, o meu top 4

A definição do que é um bom tipo de letra para programar depende, em parte, do gosto pessoal de cada um e do seu ambiente de trabalho. Por isso, não pretendo dizer que estas são as melhores. São só as fontes que, neste momento, estão no topo das minhas preferências.

Input

Foi este tipo de letra, que só descobri a semana passada, que me levou a escrever este post. É agora a minha primeira escolha e a minha principal recomendação. Especialmente por causa da capacidade de personalização.

Não é só um tipo de letra, os autores chamam-lhe um sistema de fontes. Isto porque permite personalizar a fonte exactamente segundo as nossas preferências. Podemos escolher coisas como a largura e peso da letra, altura da linha e alguns caracteres (‘a’, ‘g’, ‘i’, ‘l’, ‘0’, ‘*’, ‘{}’).

O screenshot acima é só a minha preferência, é possível obter um resultado bastante diferente. Experimentem aqui.

Link.

Source Code Pro

Também gosto bastante da Source Code Pro, bastante legível em todos os tamanhos. Era a minha escolha antes de mudar para a Input.

Link.

Consolas

Também usei a Consolas durante muito tempo. Só mudei quando comecei a preferir ter o tamanho da letra um bocado maior (por causa da idade, se calhar) e aí já não gosto tanto. Continuo a usá-la em linha de comandos, terminais e coisas do género.

Fira Mono

Também interessante, só não gosto muito daquele ‘r’.

Link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *